Quatro vítimas de uma mesma susposta estelionatária foram durante a noite de segunda-feira (19) até a frente da casa dela, na Rua Basílio Itiberê, no bairro Rebouças, em Curitiba, tirar satisfações. As vítimas alegam que compraram celulares e notebooks e Renata Mendes, 23 anos, pagaram e nunca receberam os aparelhos. A Polícia Militar foi acionada e o caso foi parar na delegacia. No Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul, anexo ao 8° Distrito Policial, Renata foi ouvida e se justificou dizendo que era só uma intermediária da venda.

“Ela disse que intermediava a venda em um site de compras para um homem chamado Eduardo Reis, que até o momento não foi localizado. Agora vamos passar o crime ao NUCIBER – Núcleo de Combate aos Ciber Crimes para que eles tomem as atitudes necessárias. Já demos início ao inquérito policial por aqui”, afirmou à Banda B o delegado Geraldo Celezinski, de plantão no Ciac-Sul.

“O que deixamos claro é nossa preocupação com relação a este tipo de compra. O pessoal faz isto em sites não confiáveis e acabam comprando gato por lebre, ou então nem a lebre recebendo. Não adianta querer comprar mais barato e ter um prejuízo ainda maior”, complementou Celezinski.

Quem tiver sido vítima de golpe pode entrar em contato com o Nuciber pelo telefone: 3321-1900.