O vendedor de carros Alex Leite da Silva, de 29 anos, foi assassinado na madrugada deste domingo (20), próximo à Unidade de Saúde (US) do bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Ele estava dentro de um carro com esposa e cunhada quando foi baleado. Coincidência, ou não, esta é a segunda morte de um vendedor próximo a uma US em menos de dois dias. O outro caso aconteceu no bairro Pilarzinho.

No crime de hoje, Silva teria marcado um encontro com alguém para cobrar uma dívida. O suposto devedor veio em um veículo Palio e resolveu a questão na bala. “O rapaz chegou a ser encaminhado à US, mas não resistiu aos ferimentos. A esposa dele que estava no carro levou um tiro de raspão no peito, mas não corre risco”, contou o delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios de Curitiba.

Segundo Recalcatti, a polícia já tem pistas do suspeito. “Possivelmente um crime de acerto de contas. Apesar de agora estar trabalhando como vendedor, Silva já tinha passagens por tráfico de drogas”, concluiu.