Do Portal Terra

Um morador de Papua-Nova Guiné descrito como “vampiro” foi preso acusado de matar sua filha pequena após morder seu pescoço, comer a carne do corpo e beber seu sangue. A polícia investiga o caso, que aconteceu na última quarta-feira (9), como um ato de canibalismo. As informações são do site The Daily Star.

Uma das primeiras pessoas a observar a cena, o conselheiro local (cargo similar ao de vereador) John Kenny, descreveu o cenário. Ele afirmou ao PNG Post Courier que a menina, de três anos de idade, e a mãe dela foram visitar o pai, que em um momento pegou a menina e correu em direção a alguns arbustos na proximidade. A testemunha disse que o “vampiro” trouxe a filha para perto de si, mordeu seu pescoço, comeu parte de seus músculos e sugou sangue da menina.

Para ler a matéria completa, clique aqui.