Um uruguaio de 45 anos foi ferido no pescoço na manhã desta quarta-feira (9) no Centro de Curitiba. Identificado apenas como Nestor, o pedreiro recebeu atendimento médico na rua José Loureiro, próximo a Praça Carlos Gomes. Não há informação sobre quem teria o ferido. O uruguaio falava palavras desconectas e sem sentido. Ainda, a vítima aparentava estar completamente embriagado.

Bruno Henrique/Banda B

A vítima estava embriagado

O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (siate) foi acionado por um homem que não se identificou, apenas informou sobre a vítima e o local do ocorrido. De acordo com os socorristas, os ferimentos do uruguaio são graves, principalmente por causa da região onde ele foi atingido. “Ele está bastante agitado, não fala coisas coerentes, por isso fica difícil de saber o que aconteceu. Ele perdeu muito sangue, mas como está embriagado talvez não tenha sentido muita dor”, disse o cabo Bova do Siate.

A vítima estava sentada e sozinha quando a viatura estacionou para atendê-lo. De chinelo, calça jeans e camisa pólo, o uruguaio não soube informar onde morava e o que teria acontecido. Durante o atendimento, ele retirou o curativo feitos pelos socorristas três vezes. Bastante agitado ele teve de ser levado ao Hospital Cajuru para a realização de exames.

A suspeita é que a vítima tenha se envolvido em uma briga de bar na região central, já que apresentava sinais visíveis de embriaguez.