Três universitários foram detidos pela Guarda Municipal de Curitiba na madrugada desta quarta-feira (19) acusados de pichação. De acordo com a denúncia, os jovens seguiam pela rua Martim Afonso, no bairro Bigorrilho, em Curitiba, pichando muros de casas e comércios. Uma testemunha que percebeu a ação do trio fez a denúncia e reconheceu os rapazes durante a abordagem da Guarda Municipal. Eles foram detidos e terão de pagar a multa de R$ 714,00 cada um.

De acordo com o supervisor Aparecido, os mesmos símbolos que eles pichavam nos muros estavam nos cadernos dos estudantes. “Eles picharam várias casas, inclusive, uma que tinha sido acabada de pintar. Na abordagem, eles negaram, mas foram reconhecidos. E também nos cadernos estavam os mesmos desenhos”, explicou.

Ainda, de acordo com a lei, os proprietários que tiveram seus imóveis danificados poderão processar os pichadores. Entre os detidos, com idade entre 18 e 21 anos, está um angolano, que já foi preso por desacato. Os estudantes brasileiros foram ouvidos na Delegacia do Meio Ambiente e liberados, já o angolano foi encaminhado à Polícia Federal, pois estava sem documentos.

Campanha

A campanha “Pichação é Crime”, uma parceria entre Associação Comercial do Paraná (ACP), Segurança Pública, Prefeitura Municipal de Curitiba e veículos de comunicação, apresentou bons resultados em sua primeira semana.

Segundo o diretor da Guarda Municipal, Cláudio Frederico de Carvalho, foram registradas mais de 80 denúncias pelo número 153, ocasionando em 22 flagrantes. O diretor destacou que 17 infratores são maiores de idade.