O sequestro relâmpago de um universitário da PUC-PR foi interceptado pela Polícia Militar (PM) na noite desta quinta-feira (2) no bairro Rebouças, em Curitiba. Policiais militares da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE) conseguiram salvar a vítima pelo nervosismo da dupla que entrou em uma farmácia para fazer o estudante comprar fraldas.

Por volta das 19h35, o trio entrou em uma farmácia na esquina da Avenida Marechal Floriano Peixoto com a rua Conselheiro Dantas. Policiais em patrulhamento pela região notaram que os três homens estavam nervosos. Ao abordar o trio, descobriram que um deles era universitário e estava sendo vítima de um sequestro relâmpago.

Nesse momento, os dois suspeitos já estavam com três pacotes de fraldas descartáveis embaixo do braço – pagos pelo estudante. João Paulo Santos, 24 anos, foi liberado so sistema carcerário há 45 dias, onde cumpria pena por assalto. O outro Diordenes Gustavo Benites, 27 anos, também já esteve preso por furto e estava em liberdade condicional há um ano. Não há informações se a dupla fez menção de estar armada ou se efetivamente a vítima estava sob a mira de um revólver.

O cabo Justino, que realizou a prisão, disse à Banda B que o abordaram o trio por pensar que eles iam assaltar a farmácia. “Quando vimos os três entrando na farmácia ficamos de campana porque imaginamos que iam fazer um assalto. Entramos, já vimos três pacotes de fraldas e durante a conversa a vítima contou que estava sendo seqüestrada”, explicou o cabo.

O universitário registrou Boletim de Ocorrência (BO) no Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul). Os dois suspeitos foram autuados em flagrante por restrição de liberdade.