A Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH) realizou na manhã desta quinta-feira (16) uma operação para prender o estudante de Física da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Waly Ibrahim, acusado de matar no dia 17 de março, na região central de Curitiba, o punk César Roberto, o Lagarto. Em entrevista à Banda B, o delegado Rubens Recalcatti, da DH, confirmou que o suspeito é considerado foragido.

“Existe um mandado de prisão preventiva contra ele, mas até o momento o rapaz não se apresentou. Ele tinha ido até a casa de parentes em Minas Gerais e hoje recebemos a informação de que teria voltado para Curitiba. Fizemos buscas, mas não conseguimos prendê-lo. Este caso não será esquecido e vamos buscar a prisão do rapaz”, afirmou Recalcatti.

O delegado reiterou que a motivação do crime é a ideologia de punks e skinheads. “Um grupo prega uma coisa e o outro algo diferente. Outras pessoas também já foram identificadas e ouvidas, restando apenas a presença do suspeito de dar a facada, que é o Waly. Já podemos considera o caso praticamente encerrado, faltando apenas a prisão do suspeito”, concluiu.

O crime

“Lagarto” foi assassinado por um grupo de skinheads no final da madrugada de domingo, dia 17 de março, no Centro de Curitiba. O caso aconteceu em frente a um bar na Rua Trajano Reis. Segundo a DH, os skinheads abordaram o punk e sem conversa deram um golpe de faca no pescoço dele. A arma usada no crime foi encontrada horas depois pela polícia.