Da Redação

Uma semana após o internamento, a mulher que teve o corpo incendiado pelo marido em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, morreu na noite deste sábado (10) no Hospital Evangélico. Suzana de Fátima de Silva tinha 28 anos e os ciúmes dele teriam sido o motivo do crime.

Em entrevista à Banda B na última sexta-feira (9), a delegada Selma Regina Braga, da Delegacia da Mulher de São José dos Pinhais, contou que a vítima já havia registrado um boletim de ocorrência contra o marido após a separação, mas eles decidiram voltar a morar juntos há cerca de um mês. “Pelo que percebemos nas investigações, a discussão ocorreu na noite de domingo para segunda. Ele, aparentemente embriagado, discutiu com ela, a encharcou de gasolina e ateou fogo”, disse.

Após a ocorrência, a delegada pediu a prisão preventiva do marido, que deve ser encaminhado para a delegacia assim que levar alta, já que também ficou ferido na explosão. O inquérito policial agora está aos cuidados da Delegacia de Piraquara, município onde a situação aconteceu.

Notícias Relacionadas:

Mulher é internada em estado gravíssimo após marido atear fogo nela por ciúmes