Um trio de assaltantes, responsável por roubar trabalhadores no início da manhã, no momento em que estes estavam indo para seus locais de serviço, foram presos, na tarde desta terça-feira (15), por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) no bairro Cajuru, em Curitiba. Diolir Batista dos Santos, 29 anos, Juvenal Augusto de Andrade Neto, 40, e Rubens Dias França, 40, foram presos em uma casa onde foram encontrados vários objetos provenientes de assaltos.

De acordo com o delegado Amarildo José Antunes, uma mulher que estava na casa, que tem relacionamento com França, também foi conduzida à delegacia, mas posteriormente foi liberada. “Ela nos contou como aconteciam os assaltos e que em alguns momentos era vítima de cárcere privado”, disse.

O delegado explicou que todos os assaltos aconteciam logo no começo da manhã, entre 5h e 6h. “Sempre eles utilizavam um Fiesta prata, que foi apreendido. Armados eles abordavam as pessoas que estavam na rua ou nos pontos de ônibus”, contou.

Antunes disse que, em depoimento, a mulher contou que seu marido e Santos saiam cedo com o carro de Andrade para praticar assaltos. Enquanto isso, Andrade ficava na casa dela a impedindo de sair. Ela trabalha como diarista, mas só pode sair de casa acompanhada do marido. Quando o marido ia fazer os assaltos, Andrade ficava cuidando dela. Como pagamento, o homem recebia pedras de crack da dupla. A mulher, que também é viciada, também recebia pedras de crack. “Eles vão responder por roubo, tráfico de armas e cárcere privado, caso o Ministério Público assim entenda”, afirmou o delegado.

Duas vítimas foram identificadas e os objetos recuperados. “Um simulacro de revólver que era usado para praticar os crimes foi apreendido”, contou o delegado.