Dois suspeitos morreram em um confronto com a Polícia Militar (PM) no início da noite desta segunda-feira (4) no bairro Jardim Iguaçu, em Araucária, região metropolitana de Curitiba, depois de manter uma família refém. Um homem que estava com a dupla conseguiu fugir e até o início da madrugada de hoje (5) não tinha sido encontrado. O trio era considerado perigoso e violento.

A PM recebeu a informação de que uma família era mantida refém por assaltantes dentro de uma casa no bairro Tairá. Chegando ao local os policiais foram recebidos a tiros pelo trio de assaltantes que fugiu em um Meriva roubado das vítimas. Durante a perseguição, os criminosos atiravam contra os policiais, e menos de dois quilômetros depois da partida bateram o veículo e fugiram a pé. A todo o momento, segundo a PM, o trio atirava contra a equipe.

O confronto final aconteceu em um matagal na rua Paula Alves Pinto, no Jardim Iguaçu. As pessoas que acompanhavam a perseguição davam informações sobre onde o trio tinha ido. “Então quando os policias chegaram próximos deles, um fez menção de se entregar, mas o outro estava escondido esperando um momento de distração dos policiais. Mas a experiência dos policiais foi mais rápida e na troca de tiros os dois suspeitos tombaram mortos”, descreveu o capitão Sampaio, da 4ª Cia do 17° Batalhão de Polícia Militar.

O terceiro suspeito conseguiu fugir. Três revólveres foram apreendidos, assim como munições e um coldre. Eles não foram identificados porque não possuíam documentos, mas têm entre 18 e 22 anos. A família mantida refém passa bem e somente o veículo deles foi levado. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba, onde aguardam reclamação da família.