Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

assaltantesdentroTrio fugiu de ‘busão’ e acabou preso pela PM (Fotos: Bruno Henrique – Banda B)

A Polícia Militar (PM) fez um cerco para prender três assaltantes que fugiram para o bairro Pilarzinho, em Curitiba, após um assalto na manhã desta quinta-feira (6). O trio foi preso após desembarcar do ônibus da linha Interbairros II, sentido Campina do Siqueira, na Cruz do Pilarzinho, na rua Amauri Lange Silvério. Eles estavam com um revólver calibre 38 e dinheiro da farmácia assaltada.

O assalto aconteceu por volta das 9 horas em uma farmácia na rua Mateus Leme, no bairro Abranches. O trio agiu com violência e um deles teria tentado atirar contra o gerente do local, mas a arma teria falhado no momento do disparo. Os assaltantes fugiram levando certa quantia em dinheiro em um veículo Gol de um cliente da farmácia.

assaltantesforaRevólver tinham munições (Foto: BH – Banda B)

Na altura da Ópera de Arame, já no bairro Pilarzinho, eles abandonaram o carro e entraram em um ônibus da linha Interbairros, que seguia sentido terminal do Campina do Siqueira. A PM já tinha sido acionada e fechava o cerco na região em busca dos bandidos.

Os três desceram no ponto da Cruz do Pilarzinho e uma viatura da PM estava no local. Houve correria e tumulto, mas os três foram presos em flagrante. Foram presos Alessandro de Matos, 32 anos, Edinei dos Santos e Cristian Íbero Vieira. Com eles, um revólver calibre 38 foi apreendido. O trio está no 4º DP e vítimas reconheceram os bandidos.

Também

O jovem Maicon Paulo Gardino, 21 anos, foi preso em flagrante na tarde desta quarta-feira (5) após assaltar a mesma farmácia cerca de 20 vezes. O estabelecimento fica na rua São José dos Pinhais, no bairro Sítio Cercado, e a prisão aconteceu no momento em que o suspeito estava dentro de outra loja.

No momento da prisão, nenhuma arma foi encontrada com o suspeito, que afirmou praticar  os roubos “com as mãos limpas” . Na delegacia, Gardino assumiu autoria de mais de vinte roubos e ainda disse ter perdido a conta exata de quantos teria praticado. Com ele foi encontrada uma pequena parte do dinheiro roubado, o resto ele disse ter sido usado para comprar drogas.