Por Elizangela Jubanski 

(Fotos: PRF/Divulgação)

O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba já identificou as três vítimas fatais do acidente, no fim da madrugada deste domingo (27), com um ônibus de viagem na BR-376, em Tijucas do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Jean Chagas Machado, 16 anos, Selma da Silva Guedes Ridger, 35 anos e Sandro Marcelo Regis, 40 anos. O ônibus da empresa Rio Sul saiu da cidade de Pitanga, interior do Paraná, e levava 29 passageiros para a cidade de Camboriú, em Santa Catarina.

Não há informações concretas se as vítimas fatais do acidente se conheciam, no entanto o sepultamento dos três ocorre em cidades distintas – Guarapuava (PR), Schrorder (SC) e Blumenau (SC), respectivamente. Os corpos começaram a ser liberados no início da noite de ontem para as famílias, que precisaram vir até Curitiba para reconhecer os corpos dos familiares.

O acidente aconteceu às 4h25 no quilômetro 648, em um trecho de curva. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) que está no local, um tombamento teria sido a causa do acidente. Dezessete pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas ao Pronto Socorro do Hospital Cajuru e Trabalhador, em Curitiba. Entre as vítimas feridas, uma criança de três anos de idade, com lesão em um dos braços.

Para a PRF, o motorista do ônibus disse ter sido fechado por um caminhão e, por isso, teria perdido o controle. Ele sobreviveu e teve lesões na altura do ombro. A rodovia ficou interditada totalmente durante duas horas e até o fim da manhã com fluxo parcial. Ainda à tarde, havia registro de congestionamento.

Notícia Relacionada: