Por Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha

LARA

Lara diz que foi vítima de homofobia (Foto: Juliano Cunha Banda B)


Um travesti de 39 anos saiu ferido depois de ser agredido por quatro rapazes no bairro Hauer, em Curitiba, na noite desta sexta-feira (6). Agentes da guarda municipal prenderam os acusados que alegaram que o travesti Lara, que se chama Carlos Augusto de Freitas Junior, teria os roubado. A versão da vítima é que agressão foi gratuita.

“Foram para cima de mim por nada. Não tenho a menor dúvida que foi um caso de homobofia. Eles estavam tudo drogado e bêbado. Não conheço estes rapazes, posso garantir”, contou à Banda B.

O guarda municipal Costa Silva disse à Banda B que a equipe patrulhava na Av. Marechal Floriano Peixoto quando viu a situação. “Para nós chegou como um desacerto comercial. Os rapazes dizem que foi um roubo por parte do travesti. Os agressores garantem que conhecem este rapaz. Não acredito muito em caso de homofobia”, descreveu.

Os suspeitos foram ouvidos e autuados em flagrante no Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul, em Curitiba.