Por Elizangela Jubanski e Antonio Nascimento

Um cliente ficou gravemente ferido após ser baleado em frente ao Shopping Palladium, no bairro Portão, em Curitiba, no início da madrugada desta terça-feira (17). Altieres Marcelino Peixoto, 24 anos, tinha acabado de sair do cinema e foi encaminhado em estado grave ao Hospital do Trabalhador. Ele foi atingido no tórax. Três suspeitos de promoverem os tiros foram presos, mas negam participação no atentado. Um dos seguranças do shopping teve a calça baleada e não ficou ferido.

De acordo com o delegado de plantão no Ciac Sul, Renato Figueroa, no início da madrugada, três homens deixaram a praça de alimentação do shopping após tomarem chopp e começaram a chamar a atenção da segurança do estabelecimento. “Eles saíram da praça e já começaram a fazer bagunça, desligando a escada rolante. Os seguranças os abordaram e eles foram orientados a deixar o local. Saíram de carro e voltaram a pé, logo em seguida. Foi então que começaram a atirar em frente ao local. Um dos tiros acertou um cliente”, disse o delegado ao vivo na Banda B.

Várias pessoas se jogaram no chão na hora dos tiros. A maioria tinha acabado de sair do cinema. Ao todo, foram disparados cinco tiros de revólver calibre 38. O cliente baleado, segundo testemunhas, ainda teria tentado correr para dentro do shopping, mas foi atingido antes. “Ele foi socorrido, mas o estado de saúde é gravíssimo”, informou o delegado.

Com o apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal, o trio foi preso logo após os tiros, mas negou qualquer participação. “Eles negam, dizem que nem estavam no shopping, mas temos imagens de câmeras de segurança que comprovam a participação deles”, explicou Figueroa.

As lojas já estavam fechadas neste momento. Três tiros atingiram os vidros do estabelecimento.

Os três presos são Alceu Duarte de Souza Neto, 28 anos,  Fernando da Cruz Carboni, 36,  e Alessandro Duarte de Souza, 29. Eles são moradores da Vila Lindoia, em Curitiba. Um trabalha como vigilante e outro como operador de máquinas. O terceiro estaria desempregado. Nenhum dos suspeitos presos conta com passagem pela polícia.

Shopping Palladium

A assessoria do Palladium informou, por meio de nota, que “o fato, ocorrido do lado de fora do estabelecimento, está sob a responsabilidade das autoridades competentes; e que o Palladium lamenta o incidente e informa ainda que a pessoa atingida foi socorrida e encaminhada ao hospital”, encerra o comunicado.