Um suspeito de ser o terror da região metropolitana de Curitiba, acusado de cinco homicídios e vários assaltos, morreu em um confronto com policiais civis no bairro Rondinha, em Campo Largo, na tarde desta terça-feira (14). Segundo o superintendente Marcos Gogola, da Delegacia de Campo Largo, a troca de tiros aconteceu durante o cumprimento de um mandado de prisão contra Luiz Antônio Taborda dos Santos.

“Este rapaz perigoso é foragido da cadeia e tinha um novo mandado de prisão contra si, pela Delegacia de Fazenda Rio Grande. Hoje foi feita uma campana na casa em que ele estava escondido, na Rua São Cristovão, por policiais de Campo Largo e Fazenda Rio Grande. Ao invés de se entregar, Taborda atirou contra os policiais e não restou outra coisa que não fosse a reação”, afirmou o superintendente.

Gogola descreveu ainda que o Taborda é suspeito de matar um Policial Militar. “Este caso teria acontecido em Campo do Tenente. Também tem outra situação em Balsa Nova há 15 dias na qual ele assaltou uma família e agiu com extrema truculência. Podemos garantir que boa pessoa este rapaz não era”, relatou.

O corpo da vítima foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).