Por Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha

assaltosanta

Empresa de gesso foi invadida por assaltantes que balearam duas pessoas (Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Uma tentativa de assalto a empresa Gesso Santa Felicidade, na Rua José Culpi, no limite de Santa Felicidade com o Butiatuvinha, em Curitiba, terminou com duas vítimas baleadas na tarde desta quarta-feira (6). Várias viaturas da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e até um helicóptero foram acionados para atender a ocorrência.

A informação é que um funcionário terceirizado, que estava na loja para descarregar produtos, não aguentou ver a arma na boca da chefe e partiu para cima dos três assaltantes, que dispararam. Foram baleados Silmara Gomes da Silva Alesse, de 42 anos, esposa do proprietário da empresa, e Elias Rodrigues, de 50 anos, funcionário terceirizado. Em estado grave, o funcionário foi levado de helicóptero ao Hospital Angelina Caron, após levar cinco tiros. Já a mulher, baleada duas vezes, uma delas de raspão, foi levada com ferimentos leves ao Hospital Evangélico.

Os bandidos fugiram em um Fiat Uno Preto, placas DIV-9920. O dono do carro falou à Banda B e deu informações sobre os marginais. “Um era moreno alto, o outro moreno baixo e o terceiro um homem branco de porte médio. Eles estavam armados e tive que entregar o meu carro”, afirmou a vítima. Ele também protestou. “Não dá mais para aguentar. Chega e chega. Tem que mudar tudo e alguém precisa fazer alguma coisa”, reclamou.

Sem gravar entrevista, o dono da empresa de gesso suspeita de informação privilegiada e afirmou que já tinha feito um Boletim de Ocorrência contra ex-funcionários, que frequentemente faziam ameaças.

O assalto

De acordo com a Polícia Militar (PM), os marginais entraram pelo muro lateral de empresa e pediam por um malote em dinheiro. Quando a arma foi colocada na boca da proprietária, o funcionário reagiu. A PM faz buscas pelos suspeitos, até o momento sem sucesso. Nenhum policial quis falar sobre o caso.