Da Redação com PMPR

Policiais militares do 13º Batalhão prenderam dois suspeitos de roubar um salão de belezas na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), na tarde desta terça-feira (20). Uma arma, munições, drogas, um colete balístico e um rádio transmissor foram apreendidos na ação que contou com o apoio do 23º Batalhão da PM (23ºBPM).

Equipes foram acionadas via Central de Operações Policiais Militares (COPOM), pois dois homens armado teria roubado um salão de beleza localizado no Jardim Gabineto, na CIC. Os suspeitos teriam fugido do local em uma FIAT/Bravo, de cor vermelha, o qual pertencia a uma funcionária do estabelecimento.

1

(Foto: Divulgação PMPR)

Pouco tempo depois, por volta das 12h, em patrulhamento pelo bairro Fazendinha, em Curitiba (PR), policiais do 13º BPM avistaram o veículo roubado, o qual, ao perceber a presença da viatura, se evadiu do local, sendo necessário que a equipe realizasse acompanhamento tático.

Os suspeitos abandonaram o carro nas proximidades da vila Santa Amélia e continuaram fungindo a pé, momento em que os policiais os perderam de vista. Contudo, por meio de uma denúncia anônima, os militares estaduais foram informados que a dupla teria adentrado em uma residência à 50 metros de onde haviam abandonado o veículo.

Em diligências até o referido local, com apoio de equipes do 23º BPM, os policiais localizaram dois suspeitos do roubo. “Um foi reconhecido pela vítima, o outro não, mas estava com uma quantia aproximada a que teria sido levada durante o crime”, contou o tenente Alfredo Werner Eiglmeier, do 13º BPM. Ainda de acordo com o oficial o homem que foi reconhecido tentou se identificar usando uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada.

Em buscas realizadas na residência as equipes localizaram ainda um colete balístico, um rádio transmissor (na frequência da Polícia Militar), uma pistola calibre 9 mm, 47 munições 9 mm intactas, um binóculo, além de 20g de maconha.

Diante dos fatos os suspeitos, assim como os produtos apreendidos, foram encaminhados à autoridade policial competente afim de que as medidas cabíveis ao caso fossem adotadas.