Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) prenderam, na última terça-feira (2), dois homens com 17 quilos de maconha, 2 quilos de crack, um revólver calibre 38 municiado e com numeração lixada e um colete balístico de uma empresa de segurança. Eles também estão sendo investigados por participação em assaltos a bancos.

Antônio Nascimento – Banda B

O delegado titular da DFR, Amarildo José Antunes, contou que os investigadores da especializada faziam diligências na região do bairro Umbará, em Curitiba, quando abordaram os dois suspeitos na Rua Antônio Augusto de Brito. “Na casa foi encontrado todo o material. Um dos homens se identificou como Paulo Ricardo de Oliveira Barbosa, 21 anos. O outro mostrou uma CNH e um RG em nome de João da Silva, mas logo desconfiamos que poderia ser falso”, disse o delegado.

Antunes contou que o crack estava embalado em uma bexiga preta. “Lembrei que a Polícia Federal havia apreendido drogas dentro de bexigas que estavam armazenadas no tanque de combustíveis de um carro e então procurei a PF para saber de mais detalhes. Descobri então que o grupo que usava esta prática também é investigado por assalto a bancos. Identificamos a imagem do João, que daí confessou e deu o nome de Genoir Soares da Silva, 30 anos”, contou Antunes, lembrando que o Instituto de Identificação foi chamado para colher as digitais dele para comprovar se o nome dado realmente é o verdadeiro.

Antunes explicou que Silva teria participação em um assalto a uma agência bancária do Itaú, em Agudos do Sul, no dia 11 de janeiro deste ano.”Na ocasião, três homens levaram R$ 62 mil, um revólver e um colete balístico”, contou o delegado.