Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

O agente de cadeia preso em flagrante logo após a fuga em massa da Delegacia de Colombo, na região metropolitana de Curitiba, no último dia 11, está em liberdade. A informação foi dada à Banda B, nesta quarta-feira (28), pelo delegado Irineu Portes, responsável pelo caso. Na ocasião, outro agente de cadeia morreu, um agente e um policial civil foram baleados em um confronto com os presos.

colombo21

Foto tirada no dia do confronto (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

O agente foi liberado pela Justiça por meio de um habeas corpus, sob a alegação de que não havia materialidade na prisão. “Ele ficou uma semana preso apenas. Embora não houvesse a prova material, nós tínhamos um trabalho intenso de investigação. Agora ele está afastado das funções, aguardando o prosseguimento do caso”, descreveu.

De acordo com o delegado, o agente é suspeito de ter recebido R$ 20 mil de pessoas ligadas aos presos para facilitar a fuga em massa. Atualmente, a delegacia que na época era superlotada, está com apenas doze presos. A maioria foi transferida depois da tragédia do dia 11.

Relembre o caso nas notícias relacionadas abaixo:

Agente de cadeia recebeu R$ 20 mil para facilitar fuga de presos em Colombo, diz delegado

Fuga de presos em Colombo deixa agente de cadeia morto e policial baleado