Da Redação com Polícia Civil

secretario

(Foto: Bruno Henrique – Banda B)

Policiais civis do Núcleo Metropolitano da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) prenderam, no começo da noite desta quinta-feira (26), um homem de 44 anos que se fazia passar por um secretário municipal de Curitiba. Rogério Lincoln Nicolini dizia ser o secretário municipal de Segurança Pública, pasta que sequer existe.

“Ele estava orquestrando a criação do Grupamento Tático Aéreo Municipal (G.T.A.M). Na sua casa havia contratos dizendo da criação do órgão. Tudo falso, assim como a secretaria que ele dizia comandar”, esclareceu o delegado titular do Núcleo Metropolitano da Denarc, Guilherme Rangel, lembrando que segurança pública é atribuição da União e dos Estados e não dos municípios.

Rangel explicou que Nicolini havia convidado policiais civis, militares e rodoviários para participar do G.T.A.M.. “Nós desconfiamos dessa história e resolvemos investigar. Hoje conseguimos prendê-lo, em frente à casa onde ele mora, no Jardim das Américas, com um revólver calibre 357”, contou o delegado. Rangel explicou que o homem responderá por porte ilegal de arma de fogo e usurpação de função pública.

O delegado contou que a Prefeitura de Curitiba foi procurada e negou a existência de tal secretária e do G.T.A.M. “Como foram encontrados vários documentos em nome dele, citando do G.T.A.M e da secretaria, vamos seguir investigando para ver em quem ele pretendia aplicar os golpes”,disse.

Na casa do falso secretário foram encontrados vários patches com a marca G.T.A.M. e um macacão de piloto de helicóptero. “Descobrimos que em 2005, durante a Operação Verão, ele chegou a alugar um helicóptero para a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp). Tal helicóptero tinha um mandado de reintegração de posse em nome do dono, um morador do Estado de São Paulo”, contou Rangel.