Por Luiz Henrique de Oliveira

MONTAGEM ARAUCARIA

Carlinhos é suspeito de participar da Chacina de Araucária (Fotos: Blog do Lobão)

A Polícia Civil de Araucária e a Polícia Militar de Paranaguá prenderam, durante o final de semana, Paulo Rogério Moraes, de 34 anos, o Carlinhos. Ele é acusado de comandar o tráfico de drogas no bairro Jardim Arvoredo, no município da região metropolitana de Curitiba. A equipe comandada pelo delegado Amadeu Trevisan vinha monitorando os movimentos do suspeito desde a chacina que aconteceu em março deste ano, quando quatro pessoas morreram a tiros de metralhadora e pistola calibre 9 mm. Ele é suspeito de ser o mandante no crime. A detenção do suspeito foi feita pela Polícia Militar (PM) em Guaratuba, no litoral do Paraná.

O delegado Amadeu Trevisan disse em entrevista à Banda B que Carlinhos é um rapaz perigoso e que tinha contra si pelo menos cinco mandados de prisão. “Alguns mandados por homicídio e outros por tentativas. Já temos uma testemunha aqui que o reconheceu. Ele estava escondido em uma invasão no litoral e foi trazido imediatamente à delegacia depois de sua prisão em flagrante. É um rapaz perigoso e que por muito tempo permaneceu em liberdade”, contou Trevisan.

De acordo com o delegado, Carlinhos é investigado pela participação na chacina que aconteceu no Jardim Arvoredo no dia 28 de março. Logo após o crime, Trevisan já apontava o rapaz como possível mandante do crime. “O que nós sabemos é que ele tem armas de grosso calibre e inclusive uma delas foi apreendida durante a sua prisão. Não podemos dar certeza da participação dele na chacina. Mesmo com todos os mandados de prisão, o Carlinhos nega os crimes com um sorriso no rosto”, concluiu.

O suspeito está detido na carceragem da Delegacia de Araucária por meio dos mandados de prisão. Ele também será investigado pelos outros crimes que é suspeito.

Relembre o caso da chacina do Jardim Alvoredo clicando aqui.