Da Redação

mortepm3José Luiz da Silva (à direita) foi localizado pelos policiais militares. (Foto: Reprodução)

Um dos assaltantes responsáveis pela morte do soldado Leandro Souza Ferst, de 34 anos, foi atingido em uma troca de tiros contra a Polícia Militar (PM) na tarde desta sexta-feira (14). Ele morreu no local. O caso aconteceu na Rua Pedro Apolinário Gonçalves, no bairro Borda do Campo, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

mortepm(Foto: Polícia Militar)

José Luiz da Silva, de 55 anos, morava no Parolin, em Curitiba, mas fugiu para a cidade vizinha para se esconder. Segundo informações da PM, ele estava baleado no braço e moradores do local desconfiaram do ferimento. Eles ligaram para a polícia, após ver as fotos de notícias, e o denunciaram.

De acordo com o tenente Johannes, do 17° Batalhão da PM, a casa em que Silva estava era abandonada, usada exclusivamente para se esconder. “Assim que chegamos a residência, tentamos entrar, mas fomos recebidos a tiros e revidamos. No terreno baldio ao lado também encontramos uma pistola nove milímetros possivelmente usada no assalto”, disse.

O comparsa do assaltante (à esquerda na foto acima) está sendo procurado pela polícia. O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal.

Luto

O 17° Batalhão da Polícia Militar (17º BPM) declarou luto pelo soldado Leandro, morto por assaltantes na noite desta quinta-feira (13), em São José dos Pinhais. Ele tentou abordar uma dupla que realizava um roubo em uma loja de conveniências quando foi atingido por dois disparos.

O soldado chegou a ser conduzido para o Hospital São José, onde passou por cirurgia, mas não resistiu e morreu no início da madrugada.

Notícia relacionada

Batalhão de PM morto por assaltantes decreta luto; polícia ainda caça suspeitos

Policial militar tenta impedir assalto a posto de combustível e morre baleado; assista ao vídeo