(Foto: Catve.com)

O suspeito de 30 homicídios no Paraná foi morto na manhã desta sexta-feira (11) em uma operação da Polícia Civil. Um homem com mandado de prisão em aberto por homicídio também foi detido.

A polícia de Laranjeiras do Sul, com o apoio do GDE (Grupo de Diligências Especiais) da 15ª SDP de Cascavel, deflagrou na manhã desta sexta-feira, a Operação Sicarius, com a participação de 16 policiais civis.

O objetivo principal da Operação era prender Miguel Iaczinski, 41 anos, um dos criminosos mais procurados pela polícia paranaense, envolvido na morte de Vilmar Viau, no dia 16 de abril deste ano, na Comunidade Guadalupe, área rural de Rio Bonito do Iguaçu.

Miguel respondia por mais de 30 homicídios, além de roubos, incêndios criminosos e outros crimes, era foragido do sistema penitenciário e estava atuando na região do Rio Bonito do Iguaçu, com o nome falso de Pedro.

A última prisão dele foi no ano de 2015, no Paraguai, por meio de uma operação conjunta da Polícia Civil de Foz do Iguaçu e da Polícia Paraguaia.

Após investigação, a Polícia Civil de Laranjeiras do Sul identificou e localizou o homem que estava escondido em uma fazenda em Goioxim, perto da divisa com Marquinho.

Miguel reagiu à abordagem policial, efetuando disparos em direção aos Policiais Civis que faziam o cerco da propriedade, que revidaram. Ele foi baleado e morreu no local.

Junto com Miguel estava seu cúmplice, Sérgio Gaspar Schimit, de 41 anos, contra quem também havia mandado de prisão participação no mesmo homicídio, que foi preso por participação em diversos crimes.

Na posse de Miguel, estava um revólver 357, usado pelo criminoso em diversos delitos, e na propriedade, junto com Sérgio foi localizado um rifle, calibre 22, o qual também foi autuado por posse ilegal de arma de fogo.

Na residência também foram localizados uniformes da Polícia Civil, utilizados por ambos para pratica de crimes, quando se passavam por policiais.

Para mais informações sobre a Região Oeste acesse o Catve.com clicando aqui.