Da Polícia Civil

Um rapaz de 21 anos, suspeito de integrar uma quadrilha especializada em clonagem de cartões de crédito, foi preso em flagrante em uma loja de eletrônicos, no bairro Prado Velho. A ação foi realizada pela Delegacia de Estelionato, na tarde de sexta-feira (17).

A prisão aconteceu no momento em que o suspeito tentava comprar dois smartphones de luxo em continuidade ao golpe. “Os suspeitos primeiramente compravam os produtos através da internet e depois entravam em contato com o estabelecimento para combinar a retirada pessoalmente”, explica o delegado-titular da especializada, Wallace de Oliveira Brito.

(Foto: Divulgação)

Segundo informações policiais, a quadrilha já estava sendo investigada há cerca de três meses, quando conseguiu consumar o golpe contra o mesmo estabelecimento que estava tentando lesar na ocasião do flagrante. No mês de novembro eles já haviam aplicado esse golpe contra a empresa, na época causaram um prejuízo equivalente a R$7 mil para a vítima.

O delegado conta que o que facilitou a prisão do suspeito em flagrante foi a desconfiança da empresa na compra. “Por se tratar de uma ação semelhante à da outra vez em que acabaram sendo vítimas do golpe, em que a negociação foi feita através do telefone e uma mulher combina que seu filho irá até o local retirar os aparelhos e passar o cartão, os proprietários do estabelecimento comunicaram a equipe e foi possível realizar essa prisão em flagrante”, afirma Brito.

O jovem preso na ação criminosa é morador do município de Maringá. Na delegacia, ele alegou que apenas teria ido até o local em prol de um favor que estava fazendo. Brito ressalta que as investigações continuam com o intuito de localizar e prender demais pessoas envolvidas com essa prática criminosa.

O suspeito está preso à disposição da Justiça no Setor de Carceragem Temporária (Secat) da especializada, onde foi autuado em flagrante por estelionato, associação criminosa e falsidade ideológica.