Por Marina Sequinel e Flávia Barros

(Foto: Flávia Barros – Banda B)

Sogro e genro foram presos em uma agência bancária no Centro Cívico, em Curitiba, após furtarem dinheiro de depósitos em caixas eletrônicos. Os dois, de 62 e 23 anos, usavam o dispositivo conhecido como “pescador”, que segura o envelope sem o cliente perceber.

(Foto: Reprodução)

“O dinheiro, então, não é inserido no caixa e, depois que a pessoa sai, os criminosos voltam para ‘pescar’ o envelope. O mecanismo fica interrompido como se fosse uma rede mesmo”, explicou o delegado Wallace de Oliveira Brito, da Delegacia de Estelionato (DE), em entrevista à Banda B.

De acordo com ele, a dupla veio de São Paulo, onde agiram em pelo menos 10 agências, para aplicar golpes em Curitiba. “Nós tivemos conhecimento das ações deles e conseguimos prendê-los em uma agência bancária, com um envelope contendo R$ 500”, completou.

Segundo a polícia, o jovem já havia sido condenado a oito anos pelo mesmo crime. Os dois foram encaminhados à delegacia, onde permanecem à disposição da Justiça.