Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Quem sempre olhou para o alto e quis saber como os pichadores conseguem ‘fazer arte’ no topo dos prédios de Curitiba terá a resposta agora. Na madrugada desta terça-feira (19), quatro homens pularam o muro de um edifício de onze andares na Rua Lourenço Pinto, no Centro, subiram pelo elevador e chegaram até o terraço. Lá, eles picharam, mas na hora de ir embora veio a surpresa: a porta que dava acesso estava trancada.

O síndico do prédio observou a ação dos pichadores pelas câmeras de segurança do edifício. Ele também ficou surpreso ao ver a cara de pau dos marginais para conseguirem fazer as pichações. Quando viu que os quatro estavam no terraço, não pensou duas vezes, pegou uma algema do pai, um policial militar aposentado, e tratou de trancar a porta.

A Guarda Municipal (GM) foi acionada e entrou no terraço, onde a caixa d’água e a fachada do edifício já estavam pichados. Os ‘artistas’ não tinham para onde fugir e apenas aguardavam pelo par de algemas.

Eles foram encaminhados à Delegacia do Meio Ambiente, onde foram autuados em flagrante e deverão pagar uma multa no valor de R$ 1,6 mil.