(Foto: Reprodução)

 

A Polícia Federal prendeu, na tarde desta terça-feira (6), a jovem Larissa Tessaro Menarin, que participou da morte de um policial federal, ocorrida durante um assalto a uma lotérica em Curitiba no ano de 2010. Ela já foi condenada a mais de 10 anos de prisão.

Policiais Federais descobriram que a foragida havia perdido seu documento pessoal dentro de uma casa noturna na cidade de Guaratuba, no litoral do Paraná. Desde então, a equipe passou a realizar buscas no intuito de localizá-la.

A mulher, que já tem uma condenação por participar do latrocínio, foi localizada nesta tarde num condomínio em Guaratuba. Ela será conduzida à custódia da Polícia Federal em Curitiba, onde permanecerá à disposição da Justiça.

O caso

O policial federal Edson Martins Matsunaga foi morto com um tiro no peito ao tentar impedir o assalto a uma lotérica no Centro de Curitiba no dia 4 de outubro de 2010. A jovem é acusada de dar fuga à quadrilha que cometeu o crime.

De todos os envolvidos, somente a jovem conseguiu liberdade condicional devido a um recurso especial aceito pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) na época do crime. Um novo mandado de prisão foi expedido em 2016 e, desde então, ela era considerada foragida da Justiça.