Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

suspeito-adolescente

Adolescente é suspeito de ter tentando assaltar residência de policial. Foto: Reprodução/Banda B

O adolescente de 17 anos suspeito de ter tentado assaltar a residência de um policial civil na noite deste sábado (17), no bairro Bacacheri, em Curitiba, foi identificado como Igor Leonardo Eyrosa Martoni. Ele foi morto a tiros e outros dois comparsas conseguiram fugir. Houve troca de tiros e o adolescente foi ferido pelo policial. Amigos e familiares publicam diversos textos nas redes sociais sobre o garoto, entretanto, em nenhuma delas, negam ou confirmam a suspeita do garoto estar envolvido na criminalidade.

Segundo a Polícia Militar (PM), que também atendeu a ocorrência, o trio tentava pular as grades da casa, que fica na rua Panamá, quase esquina com a rua México, quando o policial notou a ação dos suspeitos. Pelo menos um deles estava armado e trocou tiros com o policial, que atingiu um dos rapazes.

O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado, mas o adolescente já estava morto. Não há informações sobre a fuga dos comparsas. O corpo do adolescente foi levado ao IML de Curitiba e aguarda trâmites legais para a liberação a família.

Sítio Cercado

Um jovem foi baleado quando saía de um bar ao lado da namorada, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Sem mencionar uma palavra, três homens abordaram o rapaz e efetuaram três tiros, que atingiram o abdômen, o braço e as costas. A Polícia Civil ainda não sabe o motivo do atentado. “Ele é um rapaz de bem, não tem passagens, não tem nada. Não é metido em confusão”, disse o perito Silvestre Ornelas do Instituto de Polícia Científica.  O rapaz está internado em estado grave no Hospital do Trabalhador e corre risco de morrer.

São José dos Pinhais

Uma festa entre adolescentes foi interrompida a tiros nesta madrugada, no Jardim Ipê, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Cliff Willians Vargas Maia, 17 anos, foi morto com dois tiros que atingiram as costas do adolescente, que morreu na hora. Ainda não há motivações e a Delegacia de São José investiga o crime.