O governador Beto Richa (PSDB) anunciou durante almoço comemorativo ao Dia das Mulheres, nesta sexta-feira (8), o fim da cobrança da alíquota do ICMS sobre o diesel no transporte público para as principais cidades paranaenses, entre elas Curitiba, Maringá e Foz do Iguaçu. Com isto, Richa espera contribuir para a integração do transporte coletivo entre as cidades do estado e os municípios metropolitanos.

O anúncio foi feito no Restaurante Madaloso hoje, depois de o governador durante a semana definir o fim do subsídio de R$ 68 milhões para o transporte público de Curitiba e região metropolitana. “O transporte público é uma atribuição exclusiva aos municípios, mas o Governo do Estado vai contribuir. Quero anunciar em primeira mão que na próxima segunda-feira vamos levar à Assembleia Legislativa, para se tornar lei, a ajuda ao transporte coletivo, isentando a ICMS sobre o diesel”, afirmou.

Richa não soube informar o valor do investimento. “Ainda não temos este valor correto, mas basta calcular o quanto isto custava aos municípios. Isto vai valer apenas às cidades que tenham a integração do transporte coletivo com a região metropolitana. Nossa expectativa é que entre em vigor rapidamente, em no máximo 30 dias. Vale lembrar que Londrina não está dentro, por enquanto, porque ainda estuda um sistema de integração do transporte público”, destacou.

Para o governador, com este anúncio a questão do subsídio está encerrada. “Nós ajudamos por um tempo, mas este convênio venceu e eu nunca disse que iria estender. O justo é que outras cidades do Paraná também recebam este tipo de benefício e vamos estimular a integração delas com a região metropolitana”, concluiu.