Policiais civis da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) prenderam, na noite da última terça-feira (23), no bairro Uberaba, em Curitiba, Daymon Rafael Brito, 18 anos, Kaillã dos Santos Rodrigues, 21 anos, Roberton Lucas Ferreira, 24 anos, e Alessandra Cristiane Rosa, 30 anos, com um quilo de crack, 850 gramas de maconha e uma balança de precisão.

As investigações tiveram início a partir de informações de que a residência de Alessandra e de seu sobrinho Brito servia como ponto de venda de drogas no Uberaba. Brito costumava repassar entorpecentes para outros traficantes que distribuíam a droga para outras localidades.

Segundo a delegada adjunta da Denarc, Camila Cecconello, os policias efetuaram algumas campanas e flagraram o momento em que Brito saiu da residência e encontrou-se com Kaillã e Ferreira, que o aguardavam numa motocicleta em frente a uma lanchonete. Na ocasião, Brito passou para a dupla um invólucro que trazia debaixo do moletom. “Os policias efetuaram a abordagem e constataram que o invólucro tratava-se um quilo de crack. Então eles deram voz de prisão ao trio”, contou a delegada.

Em seguida, a equipe da Denarc foi até a casa de Brito e localizou um tablete de maconha pesando aproximadamente 850 gramas, além de uma balança de precisão, acondicionados no interior de um saco plástico pendurado atrás da porta do quarto de Alessandra.

O quarteto foi conduzido à delegacia e todos foram autuados pelo crime de tráfico de drogas. “Kaillã e Ferreira confessaram que levariam o crack para venderem em “biqueiras” em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais”, disse Camila.