Por Elizangela Jubanski e Daniela Sevieri

Uma mensagem por meio do aplicativo WhatsApp pode ter culminado em uma emboscada na noite desta sexta-feira (7) no bairro Alto Tarumã, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Wagner Luiz de Lima Alves,32 anos, recebeu uma notificação e saiu de casa, onde morava com a família, no bairro Cajuru, na capital. Ele foi morto com cinco disparos de arma de fogo, pelas costas. O carro que ele estava permaneceu ligado, a cerca de uma quadra.

Rapaz foi morto com tiros pelas costas. Foto: Colaboração

Segundo a Polícia Militar (PM), o rapaz saiu de casa, por volta das 21 horas, ao receber uma mensagem, onde pedia para que ele fosse até a rua Corbélia. Já no local, Alves deixou o carro, um Fiat Palio, em uma esquina e andou por cerca de 200 metros. Segundo o socorrista Emerson, do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), o rapaz foi ferido por cinco disparos, todos pelas costas. “Ele estava caído no chão, mas já estava em óbito, tinha três ferimentos nas nádegas e quatro no dorso”, descreveu o socorrista.

Com a chegada da polícia, o carro foi desligado. O corpo de Alves estava a cerca de uma quadra e meia, com diversos ferimentos. A polícia acredita que a vítima notou a emboscada e tentou fugir, correndo, em direção ao carro. Não há informações sobre passagens pela polícia e o caso será investigado pela Delegacia de Pinhais.