(Foto: PMPR)

 

O policiamento preventivo e ostensivo para o primeiro Atletiba de 2018, planejado pelo 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), pertencente ao 1º Comando Regional da PM (1º CRPM), resultou no encaminhamento de cinco pessoas (quatro no estádio Couto Pereira e uma em Fazenda Rio Grande) neste domingo (04/02). Houve focos de conflito entre torcidas rivais em pontos da Capital e RMC, mas a PM atendeu as ocorrências e dispersou os envolvidos. Um policial militar foi ferido no rosto dentro do estádio e foi levado ao hospital.

De acordo com o Comandante da Operação Futebol e Chefe de Planejamento do 12º Batalhão, major Emídio Angelotti, houve quatro detidos dentro do estádio: três por desacato e um por porte de drogas. Todos foram levados ao Juizado Especial Criminal (Jecrim), na Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe), para a lavratura do Termo Circunstanciado (TC) por se tratarem de crimes de menor potencial ofensivo.

Além dos encaminhamentos, um policial militar ficou ferido ao ser atingido por um objeto lançado da arquibancada. “A lesão foi leve e o militar estadual se deslocou por meios próprios para uma unidade hospitalar ao final da partida”, disse o major Angelotti.

O oficial ainda destacou que as escoltas dos times e das torcidas organizadas ocorreram sem transtornos. “A chegada das delegações adversárias ao estádio não teve alterações e as equipes policiais atenderam a demanda”, complementou o major.

O Centro de Operações Policiais Militares (COPOM) recebeu chamadas pelo 190 sobre conflitos entre torcedores do Coritiba e do Atlético Paranaense antes do início da partida. A primeira situação foi por volta de 13 horas em Fazenda Rio Grande (PR), onde a Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM) do 13º Batalhão atendeu ao chamado e encaminhou um torcedor envolvido no tumulto, dispersando os demais.

No bairro Pinheirinho um ônibus coletivo, com aproximadamente 40 torcedores, foi abordado pelas equipes da ROTAM do 13º Batalhão após a PM receber informações de agitação. Os que possuíam ingresso foram liberados para seguir ao estádio, e os demais dispersados do local.

Por volta de 14h10 outro tumulto foi registrado pela PM no terminal do Capão Raso. Aproximadamente 30 pessoas se envolveram na situação e as equipes da Radiopatrulha foram até lá e dispersaram os grupos para evitar mais conflitos, situação semelhante que ocorreu no terminal da Barreirinha, na região Norte da Capital, onde a rixa entre os torcedores dos times adversários foi cessada. Outras situações relatadas à PM não foram constatadas por não serem encontrados os envolvidos.

Notícia Relacionada: