Da Redação com Polícia Civil

Uma quadrilha composta por cinco homens, que veio para o Paraná cobrar uma dívida a mando de um grande empresário do Mato Grosso, foi presa na tarde da última quarta-feira (29) após ameaçar e usar violência contra o suposto inadimplente. De acordo com a Polícia Civil, o bando cobrava um valor aproximado de R$ 3,9 milhões e acabou detido por policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) no bairro Batel, em Curitiba.

De acordo com o delegado Luiz Alberto Cartaxo, a quadrilha veio da cidade de Sinop, estado do Mato Grosso e utilizou-se de violência e ameaça para cobrar da vítima.

A quadrilha era formada pelo líder, Fábio Tavares Rubin Toledo, de 33 anos; Clodoaldo Prates da Luz, 44 anos; Jeferson do Nascimento, 27 anos; além de um policial militar aposentado de 49 anos e um advogado de 30 anos. Segundo investigações, os acusados já teriam vindo para Curitiba no mês de agosto deste ano e voltaram a retornar neste mês de outubro, para cobrar novamente a vítima.

Informações apuraram ainda, que a quadrilha intimidava a vítima levando até ela, o policial militar armado e o advogado, ambos também de Mato Grosso. O líder da quadrilha Toledo, já tinha passagem pela polícia pelo mesmo crime. O acusado também é suspeito de uma tentativa de homicídio contra um Juiz.

Já com o policial aposentado, os policiais do Cope apreenderam munições estrageira de uso ilegal. Ele responderá por porte ilegal de munições.

Todos respondem por constrangimento ilegal e associação criminosa.