Da Polícia Civil

caminhacegonha11092013

Caminhão foi apreendido (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Três homens foram presos e um menor apreendido por participarem de uma quadrilha que levava carros roubados ou furtados em caminhões-cegonha de Curitiba para Foz do Iguaçu, fronteira com o Paraguai. Eles foram presos em flagrante em uma empresa de transporte de veículos que funciona na Rua Albertino Gonçalves Cordeiro, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Dois carros roubados foram recuperados.

O delegado titular da DFRV, Cassiano Aufiero, explicou que os policiais receberam uma denúncia anônima de que a transportadora estaria levando carros para Foz. “Ao chegarmos ao local, constatamos uma cegonha que estava prestes a sair. Nela encontramos um Gol tomado em assalto na CIC no último dia 4. Um Sandero, roubado horas antes, no Butiatuvinha, também foi recuperado. Ele estava pronto para ser levado na próxima cegonha”, contou Aufiero.

O delegado destacou que, segundo a denúncia, ao menos duas cegonhas partiam com um ou dois carros roubados para Foz por dia. “Detectamos esses carros com sendo roubados, mas os demais veículos que estavam na cegonha também vão passar por perícia do Instituto de Criminalística”, explicou.

Aufiero salientou que o gerente da transportadora, Leoneci Grittein, 43 anos, foi preso. Dois rapazes que não trabalhavam no local, mas que estavam lá também foram capturados. Eraldo Rodrigues Chagas, 19 anos, e Ruan Alexandre Radicheski, 18 anos, chegaram ser reconhecidos pelo dono do Sandero como autores do assalto no Butiatuvinha. Um menor que estava no local também foi apreendido.

“Eles vão responder por formação de quadrilha, corrupção de menores, receptação e roubo”, disse Aufiero, destacando que a investigação segue para apurar a participação do dono da transportadora nos crimes e o destino exato dos carros levados para o Oeste do Estado