Por Elizangela Jubanski, Geovane Barreiro e Flávia Barros

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Polícia Militar, através de sua Corregedoria e do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), cumprem na manhã desta quarta-feira (21) mandados de prisão, busca e apreensão em uma operação que acontece nos estados do Paraná e Santa Catarina. São, ao todo, 35 mandados de prisão temporária e 39 mandados de busca e apreensão. Oito policiais estão detidos, suspeitos de dar cobertura a bandidos.

As ações são realizadas dentro da Operação Vídea, que investiga uma organização criminosa envolvida em assaltos a cofres de empresas e caixas eletrônicos e também em tráfico de drogas. O coordenador do Gaeco, Leonir Batisti, afirmou à Banda B que a operação acontece desde as primeiras horas da manhã. “Há mandados de prisão, busca, sequestro de bens e também há mandados contra policiais que estariam facilitando, dando cobertura”, descreveu.

A organização criminosa tinha como principais núcleos de atuação os municípios de São José dos Pinhais (PR) e Joinville (SC). As prisões e os mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Curitiba, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Colombo, Campo Magro, Campina Grande do Sul e Joinville. Durante o cumprimento dos mandatos, foram apreendidos equipamentos utilizados nos crimes, como furadeiras eletromagnéticas utilizadas para abrir os cofres, veículos, drogas e armas.

Advogados de policiais lotados no 12 e 13° Batalhão da Polícia Militar (BPM) estão na sede do Gaeco, no bairro  Ahú. Carros de luxo, jetski e outros materiais apreendidos foram levados ao pátio do Gaeco.