Da Redação

Foto: Brasil Urgente - TV BandeirantesFoto: Brasil Urgente – TV Bandeirantes

Moradores da Vila das Torres bloquearam a Trincheira da Rua Chile, em Curitiba, no fim da tarde desta terça-feira (3), durante quase duas horas, para protestar contra a morte de um adolescente em confronto com policiais militares na noite de ontem. Por volta das 18h20, pneus foram queimados e alguns manifestantes jogavam pedras nos carros. Após a manifestação ser controlada, a Polícia Militar (PM) invadiu o local em uma megaoperação, que terminou com um suspeito preso.

O homem preso, de 35 anos, foi encaminhado ao Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul, onde foi autuado em flagrante por dano qualificado e lesão corporal. Segundo a Polícia Militar, o rapaz era um ex-namorado da mãe do adolescente morto e, durante a manifestação, jogou uma pedra contra um policial e danificou uma viatura. Ele já possui passagem por tráfico de drogas.

Morto em confronto

No caso que gerou o protesto, relatado pela Banda B, a PM disse que chegou até os suspeitos depois que uma vítima de assalto ligou para informar o roubo de um veículo Gol. “Nossa equipe deu voz de abordagem na Avenida das Torres e eles tentaram fugir a pé, quando a troca de tiros começou. Um dos assaltantes morreu na hora e o outro levou um tiro de raspão na perna, sendo encaminhado ao Hospital Cajuru”, explicou à Banda B o tenente Hoinatiski, do Bope.

Com os suspeitos foram encontrados um revólver calibre 32 e uma pistola. A vítima do assalto os reconheceu.

Notícias Relacionadas:

Suspeitos trocam tiros com policiais na Avenida das Torres e um morre