Duas professoras passaram momentos de terror quando saíram de uma farmácia na noite deste sábado (23) no bairro Bom Retiro em Curitiba. Dois ladrões renderam as mulheres na rua Nilo Peçanha, para roubar o carro em que elas estavam. Policiais militares da RondasOstensivas de Tático Móvel (Rotan) viram a ação dos bandidos e interferiram. Houve troca de tiros e um foi baleado. Outro acabou preso.

A vítima contou à Banda B que estava saindo de uma farmácia com uma amiga quando viu um dos assaltantes na janela do carro dela. “Minha amiga precisava comprar um remédio. Quando saímos da farmácia, fomos ao estacionamento e vi o rapaz passando na frente do carro. Ele mostrou a arma e ficou me ameaçando. Ele gritava que ia atirar e ia me matar”, contou. Nervosa, ela ainda pediu ao bandido que ele a deixasse levar alguns pertences do filho dela. “Ele disse pra sair naquele momento senão ia atirar. Ele falava ‘sai sai’”, lembra a vítima.

Assim que a dupla entrou no veículo uma viatura da Rotan se aproximou para realizar a abordagem aos bandidos. No entanto, segundo a polícia, eles avançaram com o veículo na tentativa de fugir. “Eles bateram em um canteiro na fuga e então conseguimos abordá-los de uma forma mais tática, mas eles estavam armados”, contou o sargento Gilmar do 12° Batalhão da Polícia Militar.

Um dos suspeitos atirou contra os policiais. Houve troca de tiros e um deles foi baleado com pelo menos dois tiros. O ferido, identificado apenas como Max, foi encaminhado ao Hospital Evangélico em estado grave. José Carlos Martins, 26 anos, foi preso em flagrante e levado à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos.