Reprodução Google Street View

 

Presos da Cadeia Pública de Telêmaco Borba, na região dos Campos Gerais, iniciaram uma rebelião no começo da tarde desta quarta-feira (6). Equipes das polícias Civil e Militar estão no local e tentam negociar a liberação de um refém. Um agente da carceragem foi pego pelos detentos durante a confusão.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi deslocado para o local para negociar com os presos. De acordo com o Departamento Penitenciário, o motim teve início por volta das 13h30, com um preso que seria conduzido para uma audiência no Fórum de Justiça. Ainda nas galerias da cadeia, o detento rendeu o agente da cadeia que conduzia ele para a audiência. O servidor ainda está sob poder dos detentos e, segundo nota do Depen, “até o momento, não foi feita qualquer exigência por parte dos presos”.

A unidade está superlotada, com 237 presos em um espaço projetado para 169 pessoas. Na manhã desta quarta-feira (6), a PM esteve na cadeia para fazer um pente-fino nas galerias. A apreensão de celulares e drogas nas celas teria revoltado os detentos.

As informações são do Portal aRede.