Durante uma investigação na tarde da última terça-feira (12), policiais civis do Núcleo de Ponta Grossa da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), comandado pelo delegado Eduardo Machado de Oliveira, prenderam um dos maiores ladrões de bancos do Brasil, Adriano Ribeiro, o ““Gordinho””.

Divulgação
Suspeito foi preso em Ponta Grossa

“”Gordinho”” encontrava-se foragido da Colônia Penal Agricola (CPA), em Piraquara, desde dezembro de 2012. Quando ele recebeu portaria para passar o final de ano em casa, não retornou mais, ficando assim com mandado de prisão em aberto.

O acusado estava conduzindo uma Parati quando apresentou aos policiais uma uma carteira de motorista falsa. Desconfiados, os policiais conduziram o suspeito até a sede da Denarc.

Na residência de “”Gordinho””, os policiais localizaram parte de uma carga de vestuário roubada. São aproximadamente 400 peças de roupas de diversas lojas. “‘Gordinho’ é apontado, ainda, como sendo um dos chefes da gangue do maçarico, responsável por uma série de roubos a caixas eletrônicos no Estado”, contou o delegado.

O criminoso possui extensa ficha criminal com passagens por roubo, furto, estelionato, tráfico de drogas, uso de documento falso e receptação. Sua pena ultrapassa 17 anos de prisão.