Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

Um policial militar da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam) ficou gravemente ferido durante uma perseguição na Cidade Industrial de Curitiba na noite desta quarta-feira (30). Ele se envolveu em um acidente no cruzamento da Rua João Bettega com a Senador Accioly Filho. O policial é lotado do 13º Batalhão de Polícia Militar e teve traumatismo craniano. Ele corre risco de morte.

A colisão aconteceu por volta das 21h30 e envolveu uma Kombi, um veículo Siena, uma viatura Duster do 23º Batalhão da Polícia Militar e a moto da Rocam. A perseguição começou a polícia cruzou com um Gol de cor branca que foi roubado na Vila Sandra, na semana passada. Os bandidos não acataram a abordagem e fugiram. A perseguição policial começou na rua Pedro Gusso e terminou no cruzamento do acidente. O veículo Gol conseguiu fugir e minutos depois foi encontrado abandonado em um terreno baldio da rua Accioly Filho. Os bandidos não foram encontrados.

“Estávamos em um acompanhamento tático com esse veículo que está com a placa alterada e nesse cruzamento um motorista não ouviu as sirenes e acabou acontecendo o acidente. Vamos torcer para tudo acabe bem e o policial também”, disse o tenente Corrêa.

O policial militar chegou a capotar a Kombi com o peso do corpo depois do impacto da batida. Além dele, ninguém mais ficou ferido gravemente. A ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e o médico de plantão foram até o local. O PM que foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador, em estado grave.