Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Um policial militar levou uma facada de uma mulher durante a madrugada desta segunda-feira (23) na região do bairro Cachoeira, em Curitiba. O servidor público foi salvo por 3 cm, já que esta foi a distância entre o local em que o golpe foi dado e uma artéria que causaria um sangramento fatal.

Em entrevista à Banda B, o policial, de 47 anos, afirmou que deu abrigo para a mulher que o agrediu, que seria uma vizinha. “Ela disse que o filho a agrediu e pediu ajuda. Falei para ela dormir aqui em casa e amanhã procurar a delegacia. Do nada, enquanto eu dormia, ela pegou uma faca e tentou me matar. Agora ela está aqui no Hospital Cajuru para ser medicada, já que aparentava estar transtornada. Depois será levada à polícia para ser autuada por tentativa de homicídio”, afirmou o policial.

O soldado Garret, do Siate do Corpo de Bombeiros, que prestou atendimento à vítima, disse que mais 3 cm o ferimento seria fatal. “Pegou do lado de uma artéria dele. Podemos dizer que o policial deu muita sorte”, contou.

O inquérito policial do caso será feito pela Polícia Civil que deve receber a suspeita ainda hoje.