Policial alega que estava no Shopping Capão Raso fazendo uma operação. Foto: SMCS/Divulgação

 

Um policial do 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foi preso em flagrante na tarde desta quinta-feira (10), no bairro Capão Raso, em Curitiba. Ele é acusado pelo crime de concussão, quando um agente público exige vantagem pela função. A Polícia Militar (PM) confirmou o caso e confirmará se será aberto um processo interno para investigação.

Segundo informações apuradas pela Banda B, o soldado estava no Shopping Capão Raso exigindo que comerciantes o dessem lanches e bebidas, alegando que a prática seria comum em troca de segurança. De acordo com descrições do Boletim de Ocorrência, o dono de uma lanchonete foi avisado por uma funcionária que um homem, dizendo ser policial, fez um pedido e disse que não pagaria.  ‘Sou policial militar e vou comer e beber a vontade, beleza?’, diz o B.O.

Houve confusão dentro do estabelecimento quando o proprietário se recusou em dar bebidas e lanches do policial sem receber. O segurança do local foi acionado e o policial alegou que estaria a paisana na região para uma operação sobre venda de drogas.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e equipes do 13º BPM realizaram a prisão. Na descrição do B.O, há informações de que o soldado estava ‘bastante alterado e com visíveis sinais de embriaguez’. O flagrante foi realizado pela equipe que fez a prisão.