Por Elizangela Jubanski e Djalma Malaquias

Dois policiais militares foram presos durante a madrugada desta quarta-feira (28) no município de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, suspeitos de participar de um roubo. Com eles, três suspeitos de praticar o assalto foram detidos pela Polícia Militar (PM). Os policiais são do 22º BPM e suspeitos de terem fornecido o armamento para o assalto. Ainda, o celular da vítima foi encontrado com os policiais.

O assalto aconteceu próximo ao Terminal do Bairro Alto, em Curitiba. A vítima, motorista de um veículo Gol, foi abordada por três assaltantes que estavam em um Fiat Palio. O carro e os pertences foram levados pelos bandidos, que após o assalto esconderam o carro em uma casa na região do Jardim Isaura, já em Piraquara. Segundo a Polícia Civil, os dois policiais davam cobertura ao assalto.

O delegado da cidade Ari Nunes, responsável pelo caso, relatou à Banda B que a prisão aconteceu logo após esconderem o carro da vítima. “Infelizmente é uma situação que envolve policiais militares, mas ainda bem que a maioria é séria e efetuou a prisão dos envolvidos. Eles soltaram a vítima no bairro Guatupê, em São José dos Pinhais, e foram levar o carro em outro lugar, na região do Guarituba. Depois, uma equipe da PM que estava em ronda fez a abordagem. Atrás do Palio, estava o carro dos policiais, descaracterizados. O tenente que fez a abordagem desconfiou”, descreveu o delegado.

Com os suspeitos, policiais encontraram uma pistola 9 milímetros e uma 357. A desconfiança veio a tona quando o celular da vítima foi encontrado com os policiais. “Eles tentaram dispensar, jogaram ao lado do carro deles, mas os policiais em serviço encontraram. Segundo os suspeitos, esse policias teriam fornecido as armas para o assalto”, diz Ari.

Os policiais foram autuados por associação criminosa e co-autoria em roubos. O soldado Joel Silva Santos, 33 anos, e o soldado Rodrigo Lourenco Barbosa, 32 anos, foram recolhidos ao Batalhão de Polícia de Guarda (BPGd) e também serão investigados pela Corregedoria da Polícia Militar.

Michael Gonçalves da Silva, 18 anos, Lucas Henrique Kurotaque 21 anos, e Luiz Carlos da Silva, 36 anos, que é foragido, foram encaminhados à delegacia do município e também devem responder por associação criminosa, roubo, porte de arma e sequestro.