A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está na caça de Dimas Matano de Lima, de 24 anos, acusado pela morte de Paulo Sérgio Galvão, de 53 anos, no fim da noite do dia 3 de março na Estrada Velha do Barigui, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). O sistema judiciário já emitiu um mandado de prisão contra o acusado, que é conhecido também por outros crimes na região.

No dia do crime, Galvão foi ajudar Lima, que estava com o carro estragado na região. A vítima tentou empurrar o veículo, mas acabou não conseguindo e deixou o local. Revoltado com essa atitude, Lima disparou várias vezes e acabou matando Galvão, que era trabalhador e sem passagens pela polícia.

Em entrevista à Banda B, na manhã desta segunda-feira (12), o delegado Fábio Amaro, da DHPP, pediu ajuda da população para localizar o matador. “O rapaz pediu ajuda ao Galvão, mas por um problema que ele tem na perna não conseguiu empurrar o veículo. Então, o Lima disparou contra ele”, descreveu.

De acordo com Amaro, o suspeito é perigoso e faz o terror na região em que o crime aconteceu. “É um rapaz conhecido na região do Corbélia, que já tem envolvimento em outros crimes no bairro, impondo o terror na região. É um rapaz frio e que matou sem razão alguma, tanto que o pedido de prisão já foi aceito pelo sistema judiciário”, disse.

Informações anônimas sobre o paradeiro de Lima podem ser passados no telefone: 0800-6431-121.

Notícia Relacionada: