Por Elizangela Jubanski e Roberto Romanowski

Um assalto a um mercado na tarde desta sexta-feira em Tijucas do Sul, na região metropolitana de Curitiba, teve um desfecho desgastante para os policiais que efetuaram a prisão dos suspeitos.

Leandro Maycon Valeriano, 21 anos, Douglas Graciano Leite, 20 anos, e Patrick Juan Lobo, também 18, foram detidos pela Polícia Militar a cinco quilômetros do estabelecimento que assaltaram, já na altura de Agudo do Sul. Um quatro suspeito, que estava armado, conseguiu fugiu levando o dinheiro do roubo. Estava dada a largada aos policiais na tentativa de entregá-los a delegacias para a autuação em flagrante.

Acontece que os municípios de Tijucas e Agudos do Sul não possuem delegacias dentro dos próprios municípios. O primeiro é atendido pela delegacia de São José dos Pinhais e o segundo pela de Fazenda Rio Grande. No entanto, as duas delegacias se recusaram em receber os presos, de acordo com os policiais do 17º BPM de Tijucas, que ficaram sem saber o que fazer.

Já com os suspeitos dentro da viatura e com o reconhecimento as vítimas, os policiais tiveram de esperar. Cerca de 7 horas depois – o assalto ocorreu às 16h30 – o delegado Amarildo Costa da delegacia de Fazenda Rio Grande fez a autuação em flagrante e os colocou na cela da delegacia às 23 horas. Antes disso, a delegacia de São José dos Pinhais se recusou em recebê-los, de acordo com o tenente Ivair. “As duas não queriam receber porque o local onde aconteceu o assalto não tem delegacia. A gente ficou horas com os presos e só fomos deixá-los por volta das 23 horas, depois de muito custo. Nessa situação, a cidade ficou sem viatura. Que situação desagradável, né?”, reclama.

Resposta

A Banda B entrou em contato com a Delegacia de Fazenda Rio Grande, que informou, por meio do plantonista, que não houve recusa por parte do delegado. “Se tivesse sido recusado, não tinhamos aceitado depois”, disse Marcos. Já o plantonista da Delegacia de São José dos Pinhais disse que não sabia das informações.