Da Redação com Polícia Civil

Um jovem de 22 anos foi preso, nesta sexta-feira (27), suspeito de matar David Aguiar Ribeiro, de 27 anos, crime ocorrido no mês de novembro de 2016, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Lucas Gomes da Silva foi encontrado em uma pensão no bairro Santa Terezinha, em Fazenda Rio Grande, no momento da prisão.

(Foto: EBC)

A vítima foi morta a tiros no dia 24 de novembro, no momento em que trabalhava em uma barraca de cachorro-quente, no Sítio Cercado. Ribeiro foi assassinado com três tiros, que atingiram o tórax e a cabeça. Os policiais chegaram até o suspeito através de uma denúncia anônima, o homem estava escondido na pensão desde o dia em que o crime aconteceu.

Ainda de acordo com a polícia, imagens de câmeras de segurança da rua possibilitaram a identificação de um veículo, um Freemont, utilizado para a fuga suspeito, como também, identificar as pessoas que estavam dentro do carro no momento da ação.

A polícia ainda investiga o que teria motivado o crime. Inicialmente,  Ribeiro teria sido morto por engando, pois o suspeito tinha o intuito de atingir outra pessoa. Apesar disso, a delegacia trabalha com a hipótese do crime ter acontecido após uma desavença em um campo de futebol.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Leonardo Bueno Carneiro, ao ser ouvido o suspeito confessou a prática do crime, mas alegou que não tinha pretensão de atingir Ribeiro. “As investigações continuam com o objetivo de definir qual seria a real participação dos demais envolvidos com o crime”, ressalta Carneiro.

O homem contava com passagem policial pelo crime de roubo agravado e agora responderá por homicídio qualificado. Se condenado poderá pegar até 30 anos de reclusão.

Ele está preso temporariamente no Setor de Carceragem da DHPP, onde aguarda à disposição da Justiça.