Da Redação com Polícia Civil

sitio-2

Funcionário de farmácia foi baleado na cabeça (Foto: Banda B)

Em menos de 24 horas a equipe de investigação da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) de Curitiba prendeu Dhjon Diego Marcelino Mendonça, de 19 anos, nesta sexta-feira (26). Ele é suspeito na participação do crime que vitimou  Eduardo de Souza, 23 anos, funcionário de uma farmácia morto com um tiro na cabeça após um assalto.

suspeito 2

Suspeito foi preso no mesmo bairro em que assaltou (Foto: Flávia Barros – Banda B)

O suspeito foi preso em sua residência no bairro Sítio Cercado, após uma sequência de investigações realizadas pela especializada. O homem também foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, já que no local a polícia apreendeu um quilo de maconha.

O crime aconteceu na noite da última quinta-feira (25), no mesmo bairro onde Mendonça residia, quando três homens armados entraram na farmácia, deram voz de assalto e levaram todo o dinheiro do caixa. Uma quarta pessoa participou do crime teria ficado do lado de fora para vigiar o local.

“Os suspeitos já estavam com o dinheiro e, mesmo assim, um dos participantes do crime acabou atirando na cabeça da vítima, sem que ela esboçasse qualquer resistência”, disse o delegado-adjunto da DFR, Emmanoel Aschidamini David.

Segundo informações constatadas pela polícia, além deste assalto, o suspeito já foi condenado há seis anos de reclusão por outro crime de roubo. O homem foi reconhecido por testemunhas como um dos assaltantes que vitimaram Souza.

“O suspeito estava em regime aberto, com uso de tornozeleira. Ele também foi reconhecido por cometer outro assalto no início deste mês agosto, na mesma rede de farmácias”, conta o delegado.

Mendonça encontra-se preso à disposição da Justiça. As investigações seguem para identificar e prender os outros envolvidos no crime. A informação no local era de que o funcionário teria corrido atrás dos bandidos, o que não foi confirmado pela polícia.

Notícia Relacionada: