Da Redação com Polícia Civil

(Fotos: Antônio Nascimento – Banda B)

Uma quadrilha suspeita de distribuir drogas para traficantes da região Central de Curitiba foi presa em flagrante na noite desta quarta-feira (14) no bairro Sítio Cercado. Quatro pessoas, com idade entre 21 e 47 anos, foram detidos, entre elas uma mulher e um paraguaio.

Segundo informações da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), as investigações começaram há dois meses, quando a equipe recebeu denúncia de que Celsemiro Corrêa, de 47 anos, receberia um carregamento de drogas na noite da ação. Os policiais, então, realizaram campana próximo à residência do suspeito para acompanhar a movimentação.

Depois de algum tempo, a equipe flagrou o momento em que um veículo Citroën preto chega na residência. Dentro do carro estavam Corrêa, a companheira dele, Larissa Souza de Lucena, 21, e um paraguaio, identificado como Isidoro Ramon Cano, 38. Em seguida, um carro Fiesta vermelho se aproximou do local. Ele era conduzido por Luã Pereira Costa Lima, 21 anos.

Os quatro entraram na casa e, assim que saíram, foram abordados pelos policiais. Em cima da mesa, os investigadores encontraram cinco quilos de crack, um quilo de cocaína, uma balança de precisão, além de uma pistola de calibre 635 e R$ 400 em dinheiro.

Em continuidade às buscas, a equipe foi até a residência de Lima, que ficava a duas quadras do local. Segundo a Polícia Civil, o suspeito era responsável por estocar a droga em casa, onde foram apreendidos 74 quilos de maconha, 800 gramas de crack e outra balança de precisão.

Durante a ação, a equipe da Denarc também foi até o hotel onde o paraguaio estava hospedado, no Centro de Curitiba. Com ele, os policiais localizaram mais cinco quilos de crack, além de 500 dólares e 190 mil guaranis. Os quatro suspeitos responderão por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A delegada responsável pela operação, Camila Cecconello, disse que essa foi uma importante ação desencadeada pela equipe, na qual foi possível apreender uma quantidade considerável de drogas, além de tirar de circulação pessoas que contribuíam para o tráfico de drogas na região central da capital. “As investigações continuam, no intuito de identificar outras pessoas envolvidas com a distribuição de drogas realizada pela quadrilha”, finalizou.

A Polícia Civil divulgou um vídeo que mostra o momento de abordagem ao paraguaio Isidoro Ramon Cano: