Da Redação

Derghame está foragido e Douglas preso. (Fotos: Juliano Cunha - Banda B)

Derghame está foragido e Douglas preso. (Fotos: Juliano Cunha – Banda B)

Policiais civis da Delegacia de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, solucionaram nesta terça-feira (19) mais o assassinato de Wellington Rodrigo Pereira, de 20 anos, morto na noite de 16 de julho de 2013, na Vila Maria Antonieta. De acordo com a Polícia Civil, os responsáveis são Thiago Derghame, de 22 anos, e Douglas Henrique Borges dos Santos, de 21. A motivação foi passional, já que a vítima estaria namorando a ex-namorada de Derghame.

Segundo o delegado Geraldo Celezinki, Santos está preso na Casa de Custódia, em São José dos Pinhais, por um assalto à mão armada cometido contra uma farmácia. “Seguimos na busca pelo outro autor. Derghame está foragido pois tem contra si dois mandados de prisão aqui pela comarca de Pinhais”, contou o delegado.

De acordo com a Polícia Civil, ficou demonstrado durante as diligências investigativas que, por volta das 22h do dia do crime, a vítima estava em seu Gol bordô, na companhia de dois amigos. Ele estava estacionando na Avenida Maria Antonieta para comer um lanche, momento em que encostou uma moto Honda Bizz ao lado da vítima. Santos dirigia a moto e Derghame, que estava na garupa, sacou a arma e deu vários disparos contra Wellington, que morreu na hora”, contou Celezinki, destacando que os dois autores são considerados de altíssima periculosidade pelas autoridades policiais.