Da Polícia Civil

Policiais 3.º Distrito Policial de Curitiba (3° DP) prenderam um homem que praticava o conhecido “golpe do bilhete premiado”. José Assis de Miranda, de 57 anos, levou “na conversa” cerca de R$ 4 mil de uma mulher de 70 anos em troca de um bilhete de loteria premiado. Ele foi preso, na manhã da última quarta-feira (4), em frente de sua casa, no Tinguí, em Curitiba.

Segundo o delegado-titular do 3.º DP, Danilo Zarlenga, o crime ocorreu há cerca de duas semanas, quando o homem abordou a mulher nas ruas das Mercês e depois de quase duas horas de conversa e algumas voltas pela região a convenceu de entregar R$ 1,150,00, 30 euros e 40 dólares. “Além disso, ele a convenceu a ir no banco, sacar mais R$ 2 mil em dinheiro e lhe entregar”, contou Zarlenga.

Zarlenga lembrou que após o cumprimento do mandado de prisão, o estelionatário foi levado para a delegacia e reconhecido pela vítima.

Ficha longa

A vida de golpes de Miranda não é curta. Em 2011 ele já havia sido preso por estelionato pela Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC) e pela Polícia Civil de Santa Catarina. Em 2012 foi preso novamente pelo mesmo crime, desta vez pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).